Mudanças no ENEM 2017

Retire suas dúvidas e veja as principais mudanças para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem 2017.

 

O Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciaram as principais mudanças para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem em 2017.

 

Confira as mais importantes:

Aplicação das provas

A partir de agora, o Enem continuará sendo realizando em dois dias e no formato de provas impressas, mas passa a ser aplicado em dois domingos seguidos, e não mais em um único fim de semana.

 

Ordem das provas

Antes: Ciências Humanas e Ciências da Natureza no primeiro dia com 4h30min para realização. Linguagens, Matemática e Redação no segundo dia com 5h30min para realização.

Depois: Linguagens, Ciências Humanas e Redação no primeiro domingo com 5h30min para realização. Matemática e Ciências da Natureza no segundo domingo com 4h30min para realização.

 

Certificação do Ensino Médio

Antes: O ENEM servia como certificado do Ensino Médio para alunos com mais de 18 anos que não haviam concluído o Ensino Médio.

Depois: A certificação do Ensino Médio só poderá ser obtida com o ENCCEJA - Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos.

 

Solicitação de tempo adicional

Antes: Pessoas que precisavam de tempo extra para realizar o exame deveriam fazer o pedido do tempo adicional na hora da prova.

Depois: Pessoas que precisarem de tempo extra para fazer o exame precisam fazer a solicitação no ato da inscrição, incluindo documentos que comprovem sua necessidade também no momento de inscrição.

 

Segurança

Antes: Os alunos precisavam preencher a cor da prova nos cartões de resposta.

Depois: As gráficas responsáveis pela impressão irão personalizar tanto os cadernos quanto os cartões de resposta com o nome e número de inscrição do candidato. Sendo assim, os alunos não precisarão preencher a cor da prova nos cartões de resposta.

 

Isenção da taxa de inscrição

Antes: O benefício de isenção da taxa de inscrição era concedido mediante autodeclaração, sem verificação da conformidade da informação. O aluno que perdesse as provas podia justificar a ausência por autodeclaração.

Depois: Os alunos que solicitarem a isenção do pagamento da inscrição deverão informar o Número de Identificação Social (NIS) no momento da inscrição. O participante que obtiver a gratuidade, não comparecer às provas e não oferecer uma justificativa válida perderá o benefício no ano seguinte. A justificativa deve ser apresentada por meio de atestado médico ou documento oficial, de forma que a justificativa por autodeclaração deixa de ser válida. Passam a ser beneficiados os cadastrados no CadUnico junto ao Ministério de Desenvolvimento Social e Reforma Agrária.

 

Resultados

Antes: Eram divulgados os resultados por área do conhecimento, aluno, escola e a base consolidada para uso nos programas governamentais (Sisu, ProUni, FIES e outros).

Depois: O resultado será divulgado por área do conhecimento, aluno e base consolidada para programas governamentais. NÃO haverá divulgação do resultado por escola.

 

O Enem 2017 terá seu resultado divulgado em 19 de janeiro de 2018.

Fonte: AppProva

Mais informações no site do INEP: http://enem.inep.gov.br/#/antes?_k=a46nz2

Tags: 

MATRÍCULAS 2018. Nossa central de matrículas já está pronta para recebê-los (as)!